Fiocruz terá soberania na produção de vacina da Covid-19

O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) disse à CNN nesta terça-feira (28) que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) terá “soberania” para a produção de uma vacina contra a Covid-19 no Brasil. Padilha visitou a Fiocruz hoje para tratar dos avanços das pesquisas e elogiou o acordo do país com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

“Na semana passada, o governo dos Estados Unidos anunciou a compra de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer por US$ 1,9 bilhão. Pelo mesmo número de doses, a Fiocruz irá pagar R$ 1,6 bilhão e ainda receber a tecnologia para produzir o medicamento no Brasil. Não estamos trazendo apenas vacina, mas também a soberania de produção dela no país.”

Ministro da Saúde no governo de Dilma Rousseff, Padilha ressaltou que, com a transferência tecnológica prevista no acordo, o Brasil poderá exportar a vacina para países vizinhos após a situação do medicamento se estabilizar no país.

Segundo o deputado, o Congresso brasileiro ainda precisa aprovar o montante para a compra das vacinas, e adiantou que provavelmente este dinheiro virá de uma medida provisória. O valor aprovado pode ser de até R$ 2 bilhões para a expansão da capacidade produtiva do laboratório.

Apesar das boas notícias, o deputado se colocou reticente em relação a definir datas para o início do programa de vacinação, e disse que a esperança não é motivo para diminuirmos as medidas de distanciamento social.

“A possibilidade da aplicação das primeiras 30 milhões de doses está para o início de 2021, mas tudo isso vai depender dos testes. A vacina é uma esperança, mas não é motivo para diminuirmos o distanciamento social e outras ações que se mostraram eficazes no mundo.”

Fonte: CNN / Bernardo Barbosa (Edição)

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: